Mercado Imobiliário

4 cuidados para escolher bem o seu corretor de imóveis

Nesse texto, nós iremos falar sobre alguns cuidados simples que você deve ter na hora de selecionar com qual corretor de imóveis irá trabalhar.

Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

Procure saber se o corretor de imóveis possui certificação do CRECI

Apesar de não ser tão obrigatório, normalmente, um corretor deve ter uma certificação do CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) para poder trabalhar em uma imobiliária conceituada.

Caso o profissional não tenha essa certificação, provavelmente não é um corretor categorizado, de confiança. Nesse caso, é melhor evitar a contratação desse profissional.

Opte por um corretor com profundo conhecimento da região desejada

Existem muitos corretores de imóveis que trabalham com várias regiões em simultâneo. Pense, por exemplo, na região do ABC paulista: um mesmo corretor pode atender São Bernardo, São Caetano, Santo André e também Mauá e Diadema.

Para os corretores, essa área de amplo alcance é interessante, pois aumenta as ofertas de imóveis e também de clientes. Porém, para você, não é muito bom contar com um profissional que atenda tantas regiões assim.

Isso porque um profissional que não seja especializado em nenhuma região dificilmente saberá reconhecer nuances e características de um lugar,  fator que mais tarde pode afetar a sua vida cotidiana, como a qualidade de drenagem de uma rua, por exemplo.

Perceba se o corretor de imóveis está te ouvindo

Uma das piores coisas para você é um corretor de imóveis que não ouve as suas necessidades. Esse tipo de situação é bem comum, pois os corretores, normalmente, gostam de oferecer, sempre que possível, imóveis caros e que rendam uma boa comissão para eles, sem saber se é isso mesmo que você necessita.

Isso pode resultar em inúmeras visitas a imóveis que não são do seu interesse, até que você desista do negócio ou aceite comprar uma casa ou apartamento que não satisfaz suas necessidades.

Portanto, fique de olho para saber se seu corretor de imóveis está ouvindo suas necessidades. Se, por exemplo, você depende de transporte público, não é interessante um apartamento ou casa num bairro mais isolado (por mais que “tenha tudo por perto) ”.

Procure saber o histórico profissional do corretor

Existe um ditado no ramo imobiliário que o corretor de imóvel não se procura, se indica. Portanto, procure saber o histórico profissional do corretor de imóveis que você contratar, para saber se ele costuma trabalhar direitinho para auxiliar seus clientes ou se pensa mais na própria comissão do que na satisfação de quem o contratou.

Um bom corretor vai auxiliá-lo na busca pelo imóvel ideal, negociar com o vendedor, ajudar na questão jurídica da venda, alertar sobre possíveis problemas ou situações de cunho duvidoso.

Para poder fazer esse tipo de pesquisa, tente já iniciar com um corretor de imóveis indicado por algum amigo ou familiar, mas ainda assim, é bom sondar também a imobiliária onde ele trabalha e até mesmo seu nome em sites de reclamações do consumidor.

Escolher um corretor de imóveis é algo muito importante e como deu para ver, basta seguir alguns cuidados simples que você se sairá bem nessa tarefa. Agora que você já sabe como escolher seu corretor, que tal se informar direitinho sobre a documentação necessária para a compra de um imóvel? Clique aqui para ler nosso artigo sobre o assunto!

Você deve gostar também
Por que devo contratar um corretor de imóveis?
Vale a pena pagar aluguel?
Consórcio ou financiamento imobiliário: qual o melhor?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web