Mercado Imobiliário

4 dicas para investir em imóveis em Mauá

Para quem quer uma fonte de renda com boa rentabilidade, investir em imóveis pode ser uma forma de conseguir renda extra e de aumentar o patrimônio. Em Mauá, alguns imóveis podem fazer isso por você — mas é preciso saber como investir corretamente, a fim de colher os resultados desejados.

Pensando nisso, hoje, apresentamos quatro dicas para investir em imóveis em Mauá e como conseguir um bom retorno! Vamos lá?

Pense no tempo de retorno do investimento

A primeira coisa a se pensar, antes de investir em imóveis em Mauá, é considerar qual será o retorno do investimento. Para isso, você precisa pensar o que deseja fazer com o imóvel assim que adquiri-lo.

No geral, um imóvel que será alugado tem um retorno do investimento em longo prazo — mas o aluguel acontece de maneira mais rápida. Já comprar um imóvel para fazer melhorias e revender, por exemplo, tem um retorno mais imediato — mas, também, tem menos liquidez e pode demorar mais a sair do mercado.

Assim, o retorno do investimento vai depender do preço do imóvel – e, portanto, do tamanho do seu investimento —, das características em geral e do que você pretende fazer com o imóvel, ou seja, se quer vender ou alugar.

Escolha o imóvel ideal para investimento

Como não se trata de um imóvel no qual você vai morar, a escolha precisa ser feita com a cabeça, e não com o coração. Isso significa que é preciso pensar mais em qual será o retorno do investimento do que avaliar o imóvel subjetivamente.

Vamos elaborar — quando você vai comprar um imóvel, é possível que você termine pagando um pouco mais caro pelo fato de o imóvel ter algo que você desejava muito. Em um investimento, entretanto, isso não é desejável. Em vez disso, espera-se que, no investimento em imóveis, você escolha aquele que possuir o máximo de características atraentes pelo menor preço, ou com melhores condições.

Nesse sentido, devem-se avaliar condições como tamanho, condição do imóvel, localização e segurança. Quanto mais características o imóvel reunir dentro da faixa de preço estabelecida por você, melhor será o retorno do investimento.

Calcule a rentabilidade do investimento

Antes de fechar negócio, você também vai precisar calcular a rentabilidade do investimento. Isso porque nem sempre um imóvel barato é o melhor negócio, se ele não tiver condições atrativas. Para ser um investimento vantajoso, é necessário que a rentabilidade fique entre 1 e 2% ao mês, com 0,7% sendo o mínimo aceitável.

Com isso, se você comprar um imóvel no valor de R$ 200 mil, por exemplo, é necessário que o aluguel seja de, no mínimo R$ 1 mil por mês. Se a região suportar apenas aluguéis de R$ 600 ou R$ 650, por exemplo, essa não é uma opção rentável.

Entretanto, se você comprar um imóvel comercial por R$ 500 mil e o aluguel puder ser de R$ 3 mil, a rentabilidade é de mais de 2%. Com isso, mesmo mais, caro esse se torna um investimento mais vantajoso.

Evite problemas com o aluguel

Caso o investimento no imóvel tenha sido feito para alugá-lo, então, você precisa se precaver para evitar que ocorram problemas com o aluguel. Nesse sentido, é importante que você garanta que o contrato de aluguel esteja devidamente estabelecido dentro da lei, com todas as condições para protegê-lo.

Para diminuir as chances de ter dores de cabeça, ter uma imobiliária para a administração do aluguel é ainda mais vantajoso. Contando com uma equipe preparada e experiente, você vai poder desfrutar do retorno do seu investimento de maneira mais tranquila.

Viu só? Para investir em imóveis em Mauá, é preciso começar pensando no tempo de retorno do investimento — para, assim, verificar a opção que se encaixa melhor nas suas necessidades. Em seguida, é preciso escolher o imóvel correto e calcular a rentabilidade desse investimento. Por fim, é importante que você não tenha problemas com aluguel — e, para isso, é benéfico contar com uma imobiliária para ajudá-lo na administração do seu investimento.

E então, está pensando em investir em um imóvel em Mauá? Quais são os desafios que você está enfrentando nesse processo? Tem outras dúvidas? Deixe seu comentário e conte pra gente!

 
Você deve gostar também
Por que devo contratar um corretor de imóveis?
Vale a pena pagar aluguel?
Consórcio ou financiamento imobiliário: qual o melhor?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web