Mercado Imobiliário

Aprenda como avaliar um imóvel para compra ou venda

Saber como avaliar um imóvel mesmo sem ser do ramo imobiliário amplia as possibilidades de acertar na compra ou venda de um bem que, pelo seu alto valor, não deve, em nenhuma hipótese, ser negociado de qualquer maneira. Considerando isso, surge a necessidade de conhecer alguns dos principais aspectos sobre os imóveis, como os pontos que os valorizam e aqueles cuja tendência é depreciá-los.

Leia o que vem a seguir e prepare-se para fazer um negócio acertado!

Localização

Localização é questão-chave na hora de avaliar um imóvel para compra ou venda. Cada região apresenta um valor médio de metro quadrado e há vários indicadores que podem ser consultados a fim de saber qual é o preço médio na região onde você vai morar ou tem um imóvel e quer vender.

Área de lazer e outras comodidades

Tudo que representar — e, portanto, agregar — valor ao imóvel a ser comprado ou vendido irá aumentar seu preço, sendo, então, elemento de valorização. Assim, são as áreas de lazer e os espaços de convivência dos condomínios que, quando presentes, elevam o valor do imóvel.

Presença de garagem e elevador

Apartamentos que tenham vaga demarcada na garagem são mais valorizados, pois, nesse caso, a vaga de garagem conta como espaço a ser adquirido — ou vendido. E, se o imóvel possuir mais de uma vaga demarcada, seu valor subirá também.

Outro elemento valorizador de um apartamento é o elevador: nos edifícios equipados com essa comodidade os apartamentos são mais caros do que em prédios sem esse conforto.

Nas casas não é diferente: as com garagem têm preços mais altos do que aquelas destituídas dessa vantagem.

Estado de conservação do imóvel

Um imóvel com um visual impecável, hidráulica e elétrica perfeitas, alcançará um bom valor de mercado ao ser negociado. Já uma casa ou apartamento depreciado, demonstrando precisar de reparos e pintura, vai ter seu valor reduzido em função dos custos extras de tempo e dinheiro que irá gerar.

Acabamentos e outros aspectos

Apartamentos e casas com acabamentos de primeira qualidade, dotados de suítes, que já possuam móveis planejados em alguns cômodos — como quartos, banheiro e área de serviço — saem na frente no quesito valorização.

Localização também conta

Quando se trata de valorização, as variáveis incluem também a infraestrutura em torno do imóvel. Se ele for próximo a comércios para o dia a dia — farmácias, padarias, supermercados e outros —, de boas escolas, e possibilitar fácil acesso a pontos destacados da região e entorno nos quais se localiza, o valor a ele atribuído será maior.

Apartamentos e casas nos arredores de parques e praças e em áreas bem arborizadas e com ciclovias tendem a ter seu valor aumentado em relação às demais.

Bairros reconhecidamente seguros também valorizam os imóveis neles existentes, assim como os aparatos ligados à segurança. Câmeras de vigilância e alarmes instalados em casas e edifícios são elementos de valorização.

Tudo isso considerado, você olhará o imóvel a ser comprado ou vendido com mais preparo para perceber seu valor. Mas, não esqueça: as dicas sobre como avaliar um imóvel não substituem ajuda profissional. Procure uma imobiliária idônea e livre-se de possíveis erros de avaliação!

E por falar em serviços especializados, aproveite e leia agora mesmo Como escolher uma imobiliária em Mauá. Assim você ficará sabendo o que levar em conta na hora de escolher seu parceiro ideal de negócios!

 

Você deve gostar também
Por que devo contratar um corretor de imóveis?
Vale a pena pagar aluguel?
Consórcio ou financiamento imobiliário: qual o melhor?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web